VEJA QUANDO INFORMAR AO COAF A INOCORRÊNCIA DE OPERAÇÕES FINANCEIRAS SUSPEITAS

As pessoas obrigadas a comunicar as propostas, transações ou operações de seus clientes que possam se constituir em sérios indícios de crimes de “lavagem “ de dinheiro e ocultação de bens, direitos e valores, previstos na Lei 9613/98, ou com eles relacionarem-se, também terão que informar ao órgão regulador ou fiscalizador da sua atividade ou, na sua falta, ao COAF, na periodicidade, forma e condições por eles estabelecidas, a não ocorrência de tais operações no ano civil anterior. Para a maioria das pessoas, a comunicação deve ser feita ate o dia 31 de janeiro do ano seguinte. Entretanto, as instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Bacen, as entidades fechadas de previdência complementar e as supervisionadas pela Susep tem prazos específicos.

Fonte: COAD

Clique aqui para abrir a materia completa COAF 2020

 


Copyright © 2009-2013 Todos os Direitos Reservados | Sindicato dos Contabilistas de Uberlândia